Quem é Quem
Sigurd Daehli

Sigurd Daehli, M55, NOR


[Foto - Sigurd Daehli concluindo, vitorioso, o último percurso da estafeta 43-Kavlen no escalão H55, em Agosto de 2007. A "43-Kavlen" é uma espécie de Tiomila para veteranos. No escalão principal, a equipa é composta por 10 elementos, o mais novo não pode ter menos de 35 anos e a média de idades não pode ser inferior a 43 (daí o nome da estafeta). No escalão H55, são cinco elementos, o mais novo não pode ter menos de 50 anos e a média de idades não pode ser inferior a 55. Uma boa descrição desta prova, que bateu o recorde de participação em 1998 com 422 equipas, pode ser encontrada em http://www.lok.se/43/years/2007/43-thesis-2007.pdf. Trata-se de uma tese universitária com 80 páginas. Leiam, sobretudo, as pág. 12 e 13. A foto, da autoria de Per Magnusson, foi retirada do site oficial da estafeta: http://www.43.lok.se/ ]

Tapio Peippo disse que o senhor é um "candidato perfeito" para vencer o próximo WMOC. Tom A. Karlsen também indicou o seu nome e o de Jan Solli como os principais favoritos. O que pensa acerca disto? Está preparado para vencer em Portugal?
Estou em boa forma e tenho treinado bastante. Se as minhas pernas estiverem OK, irei correr para as medalhas em ambas as provas do WMOC. Penso que Tom A. Karlsen, Jan Solli e talvez alguns outros corredores me darão realmente uma boa luta.

Ganhou o WMOC da Lituânia em 2001 e o da Noruega em 2003. Ainda se lembra dessas provas? Esteve noutros Mundiais de Veteranos?
Até hoje, corri cinco vezes o WMOC. Fui 1º na Suécia em 1988, 5º nos EUA em 1997, 2º na Dinamarca em 1999 e 1º na Lituânia em 2001 e na Noruega em 2003. Lembro-me perfeitamente de todas as minhas corridas. Nas finais de 2001 e de 2003 eu estava muito concentrado na parte técnica e não cometi quaisquer erros. Em 2003, a meio da corrida, apanhei o Tom A. Karlsen, que tinha saído 2 minutos antes de mim, e percebi que ia certamente ganhar.

O seu principal título é com certeza o de Campeão do Mundo de Estafetas em 1981. Pode recordar-nos essa corrida do WOC com Øyvin Thon, Harald Thon e Tore Sagvolden?
A estafeta do Campeonato do Mundo de 1981 na Suíça é uma recordação estranha para mim. É verdade que fui Campeão do Mundo nesse dia, mas perdi muito tempo (cerca de 15 min.) e quase estraguei o dia ao Øyvin, ao Harald e ao Tore. Foi uma estafeta realmente muito estranha porque o mapa era muito mau e continha incorrecções. Muitos dos melhores orientistas a nível mundial perderam, nesse dia, entre 10 e 20 minutos.

Dois anos depois (1983) ganhou a medalha de bronze em Distância Clássica numa corrida onde os 4 primeiros lugares foram ocupados por atletas noruegueses - o Sigurd e três companheiros da equipa de Estafetas: Morten Berglia, Øyvin e Tore. Pode recordar essa corrida e o domínio absoluto da Noruega há 25 anos?
A minha corrida na Hungria, no Campeonato do Mundo de 1983, foi talvez a minha melhor corrida de sempre no aspecto físico, mas cometi alguns erros que me custaram cerca de 5 minutos. Saí muito cedo (fui o décimo atleta a partir) e tive de esperar 3 ou 4 horas até chegarem os melhores corredores. Fiquei muito satisfeito com a minha medalha de bronze porque sabia que era a última oportunidade de a obter.

Também no Campeonato Nórdico, o Sigurd tem um currículo impressionante num período de 13 anos (1972-1984), incluindo o título individual de campeão em 1977 e o de estafetas em 1980 e 1982. Pode partilhar connosco algumas memórias das suas participações no NOC/NOM?
O meu título individual no Campeonato Nórdico de 1977 na Finlândia é o melhor resultado da minha carreira. Ainda hoje estou muito satisfeito com isso. Mas também tenho muito orgulho no título de estafetas obtido na Suécia em 1980, porque fui eu que ultrapassei o concorrente sueco no último percurso.

Blodslitet é uma das corridas de distância longa mais importantes da Noruega. Os últimos vencedores foram: Anne Margrethe Hausken (2005-2007), Emil Lauri (2005), Emil Wingstedt (2006) e Anders Nordberg (2007). O Sigurd ganhou por três vezes: 1981, 1985 e 1990. Que recordações guarda desta prova em que continua a participar (18º no escalão H45 na última edição)?
Corri a Blodslitet 25 vezes e fiquei no top 10 do meu escalão 24 vezes seguidas. No último ano e devido a algumas lesões nas minhas pernas, não consegui correr no meu melhor. Já ganhei o meu escalão por 9 vezes, três das quais na Elite. Ainda tenho a melhor pontuação na Elite ao longo de todo o historial da prova.

O senhor é um ídolo para os jovens. Ivo Danailov, um búlgaro de 21 anos que vive na Noruega (filho de Marusia Danailova e do treinador búlgaro Krasimir Danailov) chama-lhe o "Sr. sempre-jovem-Sigurd" e diz que o senhor treina mais do que os atletas búlgaros da Elite. Fale-nos um pouco do ambiente no Løten OL e dos seus treinos.
O Løten OL foi um dos melhores clubes da Noruega nos anos 70. Ganhámos o Campeonato Norueguês de Estafetas em 1977. Nos últimos anos temos sido o melhor clube de juniores da Noruega. Ganhámos o Campeonato Norueguês de Estafetas em Juniores em 2004 e 2007. No último ano a nossa equipa de veteranos também ganhou o escalão H55 na estafeta 43-Kavlen (uma de Tiomila para veteranos) na Suécia. Quanto ao meu treino, faço entre uma hora e uma hora e meia, cinco vezes por semana durante todo o ano. Corro na floresta durante o Verão (Maio-Outubro) e faço muito esqui no Inverno (Novembro-Abril). Sou também um dos treinadores da nossa grande equipa de juniores.

Tem algumas recordações especiais das estafetas Jukola e Tiomila?
O Løten ficou em 7º lugar na Jukola de 1978, tendo eu efectuado o 2º percurso. Entre 1980 e 1986 corri pelo Sturla. Em todos esses anos, ficámos sempre entre as dez melhores equipas, mas nunca conseguimos ganhar. O 2º lugar em 1981 foi o nosso melhor resultado. Nesse ano eu corri o 4º percurso: recebi o testemunho na 78ª posição e concluí os meus 7 km na liderança da prova, com 3 minutos de avanço sobre a segunda equipa. É, sem dúvida, a minha melhor recordação da Jukola. Quanto à Tiomila, terminei em 1981 no 7º lugar com a equipa do Sturla. Foi o meu melhor resultado na estafeta sueca, exceptuando as minhas últimas vitórias no escalão H 55.

O seu filho Magne Daehli foi Campeão do Mundo Júnior em Estafetas em 2005 e medalha de prata na Distância Longa e nas Estafetas no JWOC 2007 (o vencedor foi o também norueguês Olav Lundanes). Por favor, fale-nos da sua carreira. Quando é que ele começou a praticar orientação? É o senhor que o treina? Quando é que percebeu que ele poderia vir a ser um campeão? Quais são os seus pontos fortes? Até onde pode ele chegar na Elite?
O meu filho Magne começou na orientação e no esqui de fundo quando tinha 10-11 anos. Ajudei-o nos treinos até ele se qualificar para a Selecção Nacional Júnior em 2005. Agora é ele o seu próprio treinador, mas recebe uma grande ajuda do treinador nacional Kenneth Buch. Em 2007 Magne ganhou também o Campeonato Júnior de Esqui de Fundo da Noruega e qualificou-se para o Campeonato do Mundo de Juniores. Actualmente está 100% virado para a orientação. O seu ponto mais forte é a grande capacidade de se concentrar nas maiores competições e, por isso, faz as suas melhores provas nos campeonatos. Se ele se mantiver com saúde e sem graves lesões, penso que poderá ser Campeão do Mundo dentro de 3 a 5 anos.

No Løten OL há mais pessoas com o seu apelido: Lis Daehli e Marianne Daehli. Pode apresentá-las?
Lis é a minha mulher e a Marianne é a minha filha. Toda a família pratica orientação e esqui, situação muito comum na Noruega. Lis é dinamarquesa e correu pela selecção do seu país nos anos 70 e na primeira metade dos anos 80. Ela ficou em 2º lugar no WMOC de 2004 em Itália. A Marianne não treina tanto como o resto da família, mas gosta de participar em competições ou campos de treino. Ela prefere ser treinadora ou dirigente de uma equipa a ser corredora de elite.

(Entrevista de Manuel Dias. Perguntas e respostas por e-mail. Recebido a 23 Mar 2008. Tradução de António Reyes.)


[2008-06-20] Carlos Monteiro, WMOC Event Director

[2008-06-20] Dieter Wolf, M55, SUI

[2008-06-19] Timo Teinila, WMOC speaker

[2008-06-19] Jorge Simões, WMOC Event Director assistant

[2008-06-18] Blair Trewin, M35, AUS

[2008-06-18] Mariett Matias, WMOC Media responsible

[2008-06-17] David May, WMOC Senior Event Advisor

[2008-06-16] Gottfried Tobler, M60, AUT

[2008-06-16] Tuulikki Salmenkylä, W45, FIN

[2008-06-16] Arvo Majoinen, M80, FIN

[2008-06-14] Fernando Costa, WMOC Marketing responsible

[2008-06-13] Sarah Dunn, W40, GBR

[2008-06-12] Santos Sousa, WMOC planner

[2008-06-11] Sigurd Daehli, M55, NOR

[2008-06-10] Alexandre Reis, WMOC mapper and planner

[2008-06-09] Nick Duca, M40, CAN

[2008-06-07] Tiago Aires, WMOC mapper and planner

[2008-06-06] Irina Stepanova, W55, RUS

[2008-06-05] Luís Sérgio, WMOC mapper

[2008-06-04] Ari Kattainen, M50, FIN

[2008-06-03] Rui Antunes, WMOC Mapping coordinator

[2008-06-02] Jon Musgrave, M45, GBR

[2008-05-31] Jacinto Eleutério, WMOC Course coordinator

[2008-05-30] Rune Carlsson, M70, SWE

[2008-05-29] Åke Jacobson, Presidente da IOF

[2008-05-29] Augusto Almeida, Presidente da FPO

[2008-05-28] Jurate Uleviciene, W55, LIT

[2008-05-26] Vladimir Ioffe, M70, ISR

[2008-05-23] José Fernandes, M45, POR

[2008-05-21] Ezio Paris, M55, ITA

[2008-05-19] Gabriella Györffy, W40, HUN

[2008-05-16] Alberto Minguez, M40, ESP

[2008-05-14] Tomas Zdrahal, M55, CZE

[2008-05-12] Paulo Becker, M45, BRA

[2008-05-09] Ingrid Roll, W70, NOR

[2008-05-07] Jerzy Parzewski, M55, POL

[2008-05-05] Hugh Moore, M60, AUS

[2008-05-02] Martin Checkley, M55, GBR

[2008-04-30] Etienne Bousser, M60, FRA

[2008-04-28] Andreas Grote, M40, SUI

[2008-04-24] Liudmila Labutina, W65, RUS

[2008-04-22] Freddy Sillien, M60, BEL

[2008-04-17] Tomislav Kaniski, M35, CRO

[2008-04-14] Eero Tuuteri, M85, FIN

[2008-04-10] Lena Nordahl, W80, SWE

[2008-04-07] Albano João, M45, POR

[2008-04-03] Tom A. Karlsen, M55, NOR

[2008-03-31] Kayoko Sakai, W55, JPN

[2008-03-27] Finn Arildsen, M45, DEN

[2008-03-24] Anne Nurmi, W45, FIN

[2008-03-20] Peo Bengtsson, M75, SWE

[2008-03-17] Alida Abola, W50, LAT

[2008-03-13] Matti Railimo, M60, FIN

[2008-03-10] Cornelia Eckardt, W35, GER

[2008-03-06] Joaquim Sousa, M35, POR

[2008-03-03] Birgitta Olsson, W75, SWE

[2008-02-20] J. Salmenkylä, M75, FIN

[2008-02-18] Torid Kvaal, W65, NOR

[2008-02-15] Mykola Bozhko, M55, UKR

[2008-02-13] Pavlina Brautigam, W45, USA

[2008-02-11] Ferran Santoyo, M35, ESP

[2008-02-08] Sole Nieminen, W80, FIN

[2008-02-06] Stefano Galletti, M40, ITA

[2008-02-04] Gillian Ingham, W50, NZL

[2008-02-01] Jörgen Mårtensson, M45, SWE

[2008-01-30] Tom Hiltebrand, M50, SUI

[2008-01-28] Baiba Ozola, W40, LAT

[2008-01-25] Eddie Harwood, M55, GBR

[2008-01-23] Marje Viirmann, W45, EST

[2008-01-21] Alexander Afonyushkin, M40, RUS

[2008-01-18] Paulina Majova, W55, SVK

[2008-01-16] Björn Linnersjö, M65, SWE

[2008-01-15] Lillian Røss, W85, NOR

[2008-01-10] Tapio Peippo, M55, FIN

[2008-01-07] Elizabeth Brown, W90, GBR

[2008-01-04] Erkki Luntamo, M90, FIN

 
Parceiros:
Câmara Municipal de LeiriaCâmara Municipal de AlcobaçaCâmara Municipal da Marinha GrandeCâmara Municipal da NazaréJunta de Freguesia de PataiasJunta de Freguesia de CoimbrãoJunta de Freguesia de Vieira de LeiriaSecretaria de Estado da Juventude e do DesportoDirecção-Geral dos Recursos FlorestaisMinistério da Educação
Turismo de PortugalRegião de Turismo Leiria/FátimaExército PortuguêsConfraria de Nossa Senhora da Nazaré

Apoio:
Instituto do Desporto de PortugalSALITUR / BUDGETRGBimageSilvaSanap AmbienteDelta CafésDom Porco - Salsicharia Tradicional

Água Oficial:
Vitalis

Banco Oficial:
Montepio

Controlo Oficial:
SPORTident

Transportadora Oficial:
TAP Air Portugal

Media Oficial:
RTP - Radiotelevisão PortuguesaRadio 94 FMTravel Channel

Revista Desportiva Oficial:
Sportlife